CENTRO 

Criciúma/SC

estudio@daniantunes.com

Whats: (48)99804.6664

Segunda à sexta

14:00 - 20:00

somente com agendamento

©2019 Dani Antunes

INSPIRAÇÃO OU PLÁGIO?

09/07/2016

Publicado por

PLAGIAR 

verbo

  1. 1.

    Transitivo direto

    Apresentar como da própria autoria (obra artística, científica etc. que pertence a outrem).

     

  2. 2.

    Transitivo direto

    Fazer imitação de (trabalho alheio).

 

A coisa mais comum é encontrar pessoas que tentam plagiar o estilo de outras. Seja por admiração, inveja ou qualquer outro motivo que você possa imaginar. Você pode querer se parecer com alguém, mas imitar o estilo de alguém realmente não vai favorecer o seu próprio. Procure, ao invés disso, estabelecer aquilo que você gostaria ou não de apresentar e busque por inspirações. Não importa se as pessoas vão julgar o seu estilo, elas não têm nada a ver com o que você gosta.

 

Criar e manter uma marca no mercado da fotografia não é nada fácil. Você demora muito pra pensar, criar, entender o negócio, gerar conteúdo, relacionar-se com cliente e passado algum tempo você identifica que tornou-se inspiração para muitos outros da sua área. Ser inspiração é uma honra, até mesmo porque ninguém se inspira em algo que não gosta. Agora, e quanto a ser plagiado? Bom, garanto que só se copia o que é bom, mas mesmo assim plagiar o trabalho as palavras, até mesmo a fotografia, isso não vai te levar muito longe.

 

Sei que nos tempos atuais e com tantos “fotógrafos” surgindo no mercado, há muita gente iniciando sem saber ao certo qual caminho seguir, ou até mesmo muitos já no caminho há algum tempo e querendo remodelar seu trabalho. Mas ainda sim plágio não é legal. E tornando a falar em fotografia como arte e sensibilidade, que tal investir nisso para a produção do seu trabalho? Inspire-se em livros, filmes, nas ruas, nas conversas das crianças e dos vizinhos. Mas não copie o trabalho do colega, nem mesmo o texto, a fonte e muito menos o slogan.

 

Nem todo o sucesso alheio pode se tornar o seu sucesso. A máxima de que o jardim do outro é mais bonito pode ser real, mas é o outro quem rega e não você. Assim, trate de cuidar, adubar e regar o seu jardim. Agora, se nesse caminho todo você se inspira, importante você ter em mente que esse fator também merece cautela, porque inspiração e transpiração andam juntas. Afinal somos um, e tudo nos envolve. E tenha em mente, a fotografia não é exclusiva nesse processo. Em todas as áreas há plágio e inspiração, vale estar atento e conhecer cada situação e ter o melhor resultado ou não, para trilhar o caminho do seu mercado e não do outro.

 

Encontrei parte deste esse texto  AQUI 

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Mais lidos

É hora de dar tchau!

06/22/2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Acompanhe nas redes